Buscar médicos ou outros profissionais

Buscar notícias

Glaucoma: causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

Escrito por colaboradores editoriais do Cadê Médico

Revisado por:

Glaucoma: causas, sintomas, diagnóstico e tratamento

Glaucoma é uma doença ocular que danifica gradualmente o nervo óptico, responsável por transmitir informações visuais do olho ao cérebro. Se não tratada, a perda de visão pode se agravar, até levar à cegueira. Neste artigo, abordaremos o que é glaucoma, suas causas, fatores de risco, tipos, sintomas, diagnóstico e tratamento, além de dicas para viver com glaucoma, ajudar os pais com glaucoma e prevenção.

Neste artigo:

O que é glaucoma?


Glaucoma é uma doença ocular que afeta o nervo óptico, que é responsável por transmitir informações visuais do olho para o cérebro. A principal causa do glaucoma é o aumento da pressão intraocular (PIO), que danifica as fibras nervosas do nervo óptico. Se não tratado, o glaucoma pode levar à cegueira permanente.

Causas do glaucoma


A principal causa do glaucoma é o aumento da pressão intraocular (PIO), que pode ocorrer quando o fluido que preenche o interior do olho (humor aquoso) não consegue escoar corretamente. Outras causas incluem a falta de irrigação sanguínea do nervo óptico e danos nas fibras nervosas do nervo óptico devido a doenças ou lesões oculares.

Publicidade

Fatores de risco


Os principais fatores de risco para o desenvolvimento de glaucoma incluem idade avançada, histórico familiar de glaucoma, pressão intraocular elevada, histórico de lesão ocular, diabetes, miopia elevada e uso prolongado de corticosteroides.

Tipos de glaucoma


Existem diferentes tipos de glaucoma, incluindo o glaucoma de ângulo aberto, o glaucoma de ângulo fechado, o glaucoma congênito e o glaucoma secundário. O glaucoma de ângulo aberto é o tipo mais comum e geralmente não apresenta sintomas. O glaucoma de ângulo fechado é menos comum, mas pode causar sintomas agudos, como dor ocular intensa, visão embaçada e náusea.

Publicidade

Sintomas


O glaucoma pode não apresentar sintomas nas fases iniciais da doença. À medida que a doença progride, a visão periférica é gradualmente afetada, causando um estreitamento do campo visual. Em casos avançados, a visão central também pode ser afetada. Outros sintomas incluem visão turva, halos ao redor das luzes, dor ocular, vermelhidão ocular e náusea.

Diagnóstico


O diagnóstico de glaucoma é feito por um oftalmologista por meio de exames como a tonometria, que mede a pressão intraocular, a gonioscopia, que avalia o ângulo de drenagem do olho, e o exame de fundo de olho, que verifica a aparência do nervo óptico.

Publicidade

Tratamento


O tratamento do glaucoma tem como objetivo principal controlar a pressão intraocular para evitar danos adicionais ao nervo óptico. O tratamento pode incluir medicação oral, cirurgia a laser, microcirurgia e MIGS (Micro-Invasive Glaucoma Surgery).


  • A medicação oral geralmente é o primeiro tratamento utilizado para diminuir a pressão intraocular. Existem diferentes tipos de medicamentos para glaucoma, como os beta-bloqueadores, agonistas alfa-2 adrenérgicos, inibidores da anidrase carbônica, prostaglandinas e mióticos.
  • A cirurgia a laser é outra opção de tratamento que pode ajudar a reduzir a pressão intraocular. O procedimento mais comum é a trabeculoplastia seletiva a laser, que ajuda a aumentar a drenagem do fluido aquoso no olho.
  • A microcirurgia é uma opção para casos mais avançados de glaucoma, quando outras formas de tratamento não foram eficazes. O procedimento envolve a criação de um novo canal de drenagem para o fluido aquoso, reduzindo assim a pressão intraocular.
  • A MIGS é um tipo de cirurgia minimamente invasiva que pode ser realizada como uma opção intermediária entre o uso de medicamentos e a cirurgia tradicional. Os procedimentos MIGS são menos invasivos e podem ter menos riscos e efeitos colaterais.

Publicidade

"O glaucoma é uma doença ocular comum e potencialmente grave que pode levar à perda de visão permanente se não for tratado adequadamente.​.."

Dicas para viver com glaucoma


Se você tem glaucoma, é importante seguir as orientações do seu médico e cuidar da sua saúde ocular. Algumas dicas para viver com glaucoma incluem:


  • Faça exercícios regularmente: exercícios físicos podem ajudar a reduzir a pressão intraocular e melhorar a circulação sanguínea para os olhos.
  • Mantenha uma dieta saudável: uma dieta rica em frutas, verduras e alimentos com baixo teor de gordura pode ajudar a reduzir o risco de glaucoma.
  • Tome seus medicamentos: é importante tomar seus medicamentos para glaucoma de acordo com as orientações do seu médico.
  • Cuidado com as lentes de contato: evite usar lentes de contato por longos períodos ou dormir com elas, pois isso pode aumentar o risco de infecções oculares.
  • Não fume: o tabagismo pode aumentar o risco de glaucoma.
  • Cuidado com sua ingestão de cafeína: o consumo excessivo de cafeína pode aumentar a pressão intraocular em algumas pessoas.
  • Eleve sua cabeça ao dormir: use um travesseiro de cunha para elevar a cabeça ao dormir, pode ajudar a reduzir a pressão intraocular durante a noite.
  • Beba líquidos lentamente: não reduza o quanto você bebe, mas distribua suas bebidas ao longo do dia. Se você beber muito de uma só vez, pode forçar os olhos.
  • Proteja seus olhos: use óculos de sol com proteção UV quando estiver ao ar livre e evite exposição excessiva a luz solar direta.
  • Não esfregue seus olhos: esfregar os olhos pode aumentar a pressão intraocular.
  • Dirija com segurança: verifique sua visão regularmente e siga as orientações do seu médico antes de dirigir.
  • Tenha cuidado com a ioga: alguns exercícios de ioga podem aumentar a pressão intraocular, por isso é importante verificar com seu médico antes de praticar.

Como ajudar os pais com glaucoma?


Se um dos seus pais tem glaucoma, você pode ajudá-lo a cuidar da saúde ocular. Algumas maneiras de ajudar incluem:


  • Acompanhar as consultas médicas: ajude seus pais a agendar e comparecer às consultas médicas regulares para monitorar a saúde ocular.
  • Lembre-os de tomar seus medicamentos: lembre seus pais de tomar seus medicamentos para glaucoma de acordo com as orientações do médico.
  • Ajudá-los com atividades diárias: se seus pais têm dificuldade em enxergar, ofereça ajuda com atividades diárias, como cozinhar, fazer compras e ler.
  • Fale com eles sobre as medidas de prevenção: explique para seus pais como se prevenir contra o glaucoma e incentivá-los a adotar hábitos saudáveis.
  • Acompanhe-os em consultas médicas: acompanhe seus pais em consultas médicas, se possível, para ajudá-los a fazer perguntas e entender melhor o tratamento.

Prevenção do glaucoma


Embora não haja uma maneira garantida de prevenir o glaucoma, algumas medidas podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver a doença. Alguns fatores de risco, como a idade e a história familiar, não podem ser modificados, mas outras medidas incluem:


  • Fazer exames oftalmológicos regulares: faça exames oftalmológicos regulares para monitorar a saúde ocular e detectar possíveis problemas precocemente.
  • Adotar uma dieta saudável: uma dieta rica em frutas e verduras pode ajudar a reduzir o risco de glaucoma.
  • Controlar a pressão arterial e o colesterol: manter a pressão arterial e o colesterol sob controle pode ajudar a reduzir o risco de glaucoma.
  • Não fumar: o tabagismo pode aumentar o risco de glaucoma.
  • Usar óculos de sol: use óculos de sol com proteção UV quando estiver ao ar livre para proteger os olhos da luz solar.
  • Proteger os olhos: evite lesões oculares e use óculos de proteção ao praticar esportes ou realizar atividades perigosas.


O glaucoma é uma doença ocular comum e potencialmente grave que pode levar à perda de visão permanente se não for tratado adequadamente. É importante fazer exames oftalmológicos regulares e adotar hábitos saudáveis para reduzir o risco de glaucoma e cuidar da saúde ocular. Se você tiver algum sintoma de glaucoma ou histórico familiar da doença, consulte um oftalmologista para um diagnóstico e tratamento adequados.

Esperamos que as informações fornecidas tenham sido úteis para você. Agradecemos sua avaliação, pois ela é fundamental para que possamos aprimorar nossos conteúdos e fornecer cada vez mais informações relevantes e precisas aos nossos leitores.

Avaliação 0.00 (0 Votos)

Compartilhe em suas redes sociais.

Artigos Relacionados

Publicidade

Publicidade

Publicidade

RODRIGO

Bairro:
ITAIGARA
Esp. Médica:
CARDIOLOGIA
Cidade:
SALVADOR
Categoria:
MÉDICO

CLINICA DE FISIOTERAPIA PHYSICAL CENTRE S/C LTDA

Esp. Médica:
FISIOTERAPIA
Categoria:
CLÍNICA MÉDICAMÉDICO
Bairro:
JARDIM GUANABARA
Cidade:
CAMPINAS - SP

ALLAN NOGUEIRA DA SILVA

Cidade:
SALVADOR
Esp. Médica:
GINECOLOGIA E OBSTETRICIA
Categoria:
CLÍNICA MÉDICAMÉDICO
Bairro:
RIO VERMELHO

MARCELO LOULA N. DE PAULA

Esp. Médica:
CARDIOLOGIACLÍNICA MÉDICARADIOLOGIA
Categoria:
MÉDICO
Bairro:
ITAIGARA
Cidade:
SALVADOR/BA

Publicidade

FABIANO SOARES DOURADO

Esp. Odontológica:
RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA
Bairro:
ITAIGARA
Cidade:
SALVADOR
Categoria:
ODONTO / DENTISTA

FERNANDO CANTO DE SA

Esp. Odontológica:
CLÍNICO GERAL
Categoria:
CLÍNICA ODONTOLÓGICAODONTO / DENTISTA
Bairro:
CAMBUI
Cidade:
CAMPINAS - SP

HUMANIZA CENTRO DE SAÚDE ORAL

Esp. Odontológica:
CLÍNICO GERALODONTOLOGIA ONCOLÓGICAPERIODONTIA
Bairro:
ITAIGARA
Cidade:
SALVADOR
Categoria:
CLÍNICA ODONTOLÓGICA

MARIA APARECIDA MOTA MASCARENHAS

Esp. Odontológica:
PERIODONTIAPRÓTESE DENTÁRIA
Bairro:
ITAIGARA
Cidade:
SALVADOR
Categoria:
ODONTO / DENTISTA